segunda-feira, 25 de julho de 2016

4 técnicas para corrigir as sobrancelhas

O principal motivo pelo qual é preciso ter cuidado na hora de fazer as sobrancelhas é que, diferentemente dos outros pelos do corpo, os dessa região tendem a parar de crescer com o tempo.

Portanto, as falhas causadas por remoções inadequadas podem se tornar irreversíveis.

Se você já retirou mais fios do que devia, tem as sobrancelhas ralas ou falhas naturais, algumas técnicas podem te ajudar a marcar, preencher e até modelar melhor a moldura dos olhos.

Maquiagem

Sem grandes segredos, as sobrancelhas podem ser bastante trabalhadas apenas com maquiagens. Sombras opacas de tonalidades próximas a dos seus fios podem ser aplicadas com pincel chanfrado pequeno ou de topo reto, o resultado é super natural!

Outros produtos específicos para sobrancelhas também podem ser utilizados sem medo. Lápis de cores universais e até canetas delineadoras ajudam a destacar o formato e cobrir imperfeições. Se você tem fios rebeldes ou mais grossos, que parecem não parar dentro do contorno, uma máscara de cílios incolor pode funcionar como um gel.

Para escolher a cor dos produtos a serem utilizados, o ideal é preferir os que ficam próximos do marrom ou do cinza, mas nunca preto. Além disso, a coloração tem que respeitar a tonalidade da pele e de sua temperatura.


Henna

Uma das técnicas mais conhecidas e comumente oferecida nos salões, a henna é como se fosse uma tatuagem temporária, que reforça a cor dos fios e preenche na pele as falhas. A duração é de aproximadamente 15 dias e variável para cada tipo de pele.

Por se tratar de uma tinta natural, sua aplicação não exige agulhas, apenas um pincel e, quando manipulada com responsabilidade, não causa reações adversas. Por segurança, é necessário que a henna seja utilizada sem outros reagentes químicos e a adaptação para a tonalidade desejada deve ser feita apenas pela mistura de cores do próprio produto, nada de corantes!

Em um primeiro momento, o aspecto da henna nas sobrancelhas pode assustar um pouco, já que a camada aplicada parece muito escura e grossa, mas, em poucos minutos, o excesso do produto é removido e a aparência fica mais natural. O tempo de reação da tinta varia conforme o efeito desejado, por isso é recomendado que o procedimento seja realizado por profissionais.


Dermopigmentação

Com o objetivo de preencher completamente as sobrancelhas e definir melhor seu desenho, a dermopigmentação, que já foi conhecida como maquiagem definitiva e micropigmentação, é feita com a utilização de um dermógrafo, um aparelho que conta com até quatro pequenas agulhas, em pessoas que têm poucos pelos.

Embora seja muito parecido com a tatuagem comum, este procedimento é feito apenas na camada mais superficial da pele, então, seu resultado não é definitivo. Por conta da renovação constante das células, a dermopigmentação precisa ser retocada, em média, a cada três meses.


Dermopigmentação Fio-a-fio

A técnica é praticamente a mesma, o que muda nesse tipo de dermopigmentação é o formato da “tatuagem”, que aqui é feita como pequenos fios. O fio-a-fio é recomendado para casos em que a pessoa já tem as sobrancelhas bem definidas e só deseja o efeito de maior densidade.


Nenhuma das técnicas tem contraindicações específicas, mas é importante que gestantes consultem seus médicos antes de realizar os procedimentos de dermopigmentação. Quanto a reações, por se tratar de uma região bastante sensível, pode ser que algum dos produtos utilizados, ou mesmo a remoção de fios, cause alergias. Então, se você tiver algum histórico de irritações na pele causada por tinturas, é melhor fazer testes de contato com antecedência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário