quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Base em pó, creme, líquido, mousse ou sérum?

<bl/> 

Certo, você decidiu investir em uma boa base para dar aquela incrementada na maquiagem. E agora? São tantas opções disponíveis no mercado que é fácil se perder e gastar dinheiro em um produto que não satisfaz as necessidades da sua pele ou mesmo as particularidades do seu estilo de vida.

Para ajudar nessa busca, os maquiadores Anderson Peres, do Crystal Hair e Ítalo Leite, do Werner Coiffeur (RJ), explicam um pouco como elas funcionam e para quem são mais indicadas:

Cremosa

Mais indicada para peles normais a secas e maduras, pois proporciona mais hidratação. O ideal é usá-la em eventos noturnos e especiais. “Quem deve fugir desse tipo de base são pessoas com pele oleosa, pois há um grande risco de que o produto escorra”, explica o maquiador Ítalo Leite, do Werner Coiffeur. A dica é aplicá-la com pincel úmido para ficar bem espalhada.

<bl/>
  
Compacta

Vai bem em todos os tipos de pele, mas com um porém: “Não indico para mulheres mais velhas, pois ela pode acentuar as linhas de expressão”, alerta Anderson Peres, do Crystal Hair. Por ser mais densa, essa versão cobre bem manchas, espinhas, cicatrizes. Para aplicar, umedeça uma esponja e aplique no rosto e no pescoço, cuidando para não deixar manchas na região aplicada. 

<bl/> 

Líquida

É a mais indicada para peles secas e com rugas, pois a consistência evita que o produto acumule nas linhas de expressão, além de ter alta duração na pele e propiciar um acabamento natural. “Opte pelas bases líquidas com FPS e, para peles maduras, com hidratante”, sugere Anderson. Para aplicação da versão líquida o ideal é usar um pincel de cerdas sintéticas.
 
<bl/> 

Mousse

Pode ser usadas tanto em peles secas quanto nas oleosas, pois normalmente são oil free e com isso dão acabamento aveludado, deixando a pele matificada. Esse tipo de base, no entanto, não esconde imperfeições. “É preciso cuidado para não exagerar na quantidade, caso contrário as linhas de expressão ficam aparentes”orienta Ítalo.
 
<bl/> 
 

Mais indicada para peles oleosas e ideal para ser usada no dia a dia, pois é de fácil aplicação. “É ótima para uniformizar a pele”, diz Ítalo. Quem tem a pele seca deve evitá-la, pois corre o risco de ficar com um efeito craquelado/ressecado no rosto.

<bl/> 

Sérum 

“Por ter um nível de cobertura médio, ela não vai durar a noite toda sem m retoque, mas o produto consegue cobrir pequenas manchas”, afirma Anderson. Também é ideal para peles oleosas, para uso no dia a dia, e serve para todas as idades de pele. A aplicação deve ser feita com um pincel de cerdas sintéticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário