sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Esmalte pode causar alergia; veja como evitar e 5 dicas para ter unhas perfeitas



Irritação e coceira nos olhos está entre os sintomas da dermatite de contato.
Itens quase obrigatórios na nécessaire feminina, os esmaltes ajudam a deixar as unhas mais bonitas.
Contudo, alguns produtos podem provocar alergias, o que resulta em irritação da pele e de outras áreas, como os olhos.
Segundo o dermatologista Emerson de Andrade Lima, essas dermatites de contato estão, na maioria das vezes, relacionadas com a presença de substâncias como tolueno, benzeno e formaldeído nos esmaltes.

 Como identificar a alergia

Ainda de acordo com o especialista, alergias causadas por esmaltes são difíceis de diagnosticar porque são, geralmente, associadas a outros produtos, como de maquiagem. "Na lista de sintomas da alergia a esmaltes estão irritação nas pálpebras e coceiras em regiões que entram em contato com as mãos, como pescoço, rosto e braços”, completa o especialista.

Como evitar

Para evitar as substâncias desencadeadoras da dermatite, a dica do especialista é apostar em versões hipoalergênicas e que possuam resinas de poliéster alquila. “Removedores à base de acetona causam desidratação nas unhas e podem piorar o quadro clínico. Por isso, o ideal é usar aqueles sem acetona em sua composição”, ensina Lima.
O dermatologista alerta também para o uso frequente de unhas acrílicas. “Elas têm uma combinação de monômero e polímero acrílicos, substâncias que podem piorar a fragilidade da unha e provocar reações eczematosas”, explica.

 Como ter unhas perfeitas

Veja cinco dicas valiosas para ter unhas fortes e bonitas:


- Bepantol: uma dica para hidratar e fortalecer as unhas é usar Bepantol, principalmente quando elas estiverem descamando.

- Alimentação: a falta de alguns nutrientes, como cálcio, zinco e magnésio, compromete a aparência das unhas. A dermatologista Maria Paula, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, indica o consumo de brócolis, algas marinhas, espinafre e couve-de-bruxelas.

- Luvas: a manicure Flávia Galvão, do salão carioca Werner Dias Ferreira, afirma que na hora de lavar louças ou realizar outras tarefas domésticas, o ideal é usar luvas para evitar o surgimento de micoses nas unhas.

- Sem esmalte: outra dica da manicure é deixar as unhas pelo menos 24 horas sem esmalte para garantir que elas respirem e usar hidratantes para unhas a base de queratina e vitamina B.

- Cutículas: a dermatologista Eliane Bussoloti afirma que remover a cutícula totalmente não é indicado porque ela serve como uma proteção para as unhas.














Nenhum comentário:

Postar um comentário