quinta-feira, 25 de julho de 2013

Erros ao passar rímel podem danificar o produto e comprometer a maquiagem

Rímel - foto: Getty Images

Emprestar o rímel

Se sua irmã, mãe ou filha costuma compartilhar a sua maquiagem ou sua amiga vive pedindo o rímel emprestado é hora de repensar. A dermatologista Carolina Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que se alguma delas estiver com alguma alteração na região dos olhos, como uma infecção por bactérias, por exemplo, ao mergulhar o pincel dentro do potinho ela dará origem a uma pequena colônia de micro-organismos na sua máscara. Nada agradável, não é mesmo? E nem adianta culpá-la, há casos em que alteração nem é visível e ela nem sabe que tem uma infecção.
A dermatologista Gabriela Casabona, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, dá a dica para quem vai fazer a maquiagem no salão: "nesse caso o ideal é usar pinceis descartáveis". E lembre-se, nada de mergulhá-lo novamente no potinho.

Aplicação do rímel - foto: Getty Images

Qual é o prazo de validade, mesmo?

Três meses. Esse é o tempo de validade médio de um rímel. Depois disso a fórmula desestabiliza e as chances de crescimento de micro-organismos dentro do potinho é maior. Além disso, a dermatologista Carolina Marçon conta que é comum que esse item da maquiagem acumule sujeira. "Quem usa rímel transparente pode ver que depois de um tempo ocorre o acúmulo de sujeira, com a máscara de cílios preta acontece o mesmo, mas não conseguimos ver por causa da cor escura do produto", explica.

Pincel de rímel - foto: Getty Images

Limpar o pincel não é o suficiente

Limpou o pincel e salvou os cílios? Não mesmo. O pincel é só o meio de transporte da bactéria, a casa dela é mesmo o potinho de rímel. Além disso, a dermatologista Camila Hofbauer explica que, em geral, o pincel do rímel não necessita de higienização, ao contrário dos outros pincéis de maquiagem, que ficam expostos ao ar e devem ser higienizados a cada semana. Portanto higienizá-lo não vai te livrar de possíveis contaminações. Nesse caso, o melhor é descartar o produto e comprar um novo.

Aplicação do rímel - foto: Getty Images

Xi, grudou!

Não é nada fácil remover o rímel dos cílios - ele parece uma cola que gruda nos cílios. É errado tentar retirá-lo com água e sabonete (não vai adiantar nada) e muito menos esfregar para valer os cílios. "Isso pode gerar traumas nas pálpebras e quebrar os cílios", explica Carolina Marçon. O ideal é usar um demaquilante bifásico específico para a região dos olhos. Por ser mais umectante, esse produto retira a maquiagem mais facilmente. Mas seja cuidadosa com a remoção, realizando movimentos leves para não agredir a região dos olhos.

Rímel - foto: Getty Images

Friccionar o pincel dentro do recipiente

Muitas mulheres fazem isso sem nem perceber: mergulhar o pincel num movimento de vai e vem constante dentro do recipiente antes de aplicar. O que esse hábito promove, na verdade, é a infusão de ar dentro do potinho. O resultado é que a máscara resseca mais rápido, e o efeito na maquiagem são aquelas bolinhas de tinta que se formam na extensão dos seus cílios.

Rímel transparente - foto: Getty Images

Misturar produtos com o rímel

Não, você não pode dar uma de engenheira química e misturar fórmulas em casa. Muitas pessoas misturam óleos de beleza - como o óleo de coco, de argan e de amêndoas - ao rímel com o objetivo de resolver o ressecamento, mas os resultados podem ser desastrosos. Isso porque os produtos são ótimos separados, mas juntos podem ter suas fórmulas desestabilizadas. No caso do rímel, isso significa que o produto não está mais próprio para o uso, pode perder suas propriedades e apresentar riscos para a saúde, como alergias - é como se o prazo de validade estivesse vencido.

Aplicação do rímel - foto: Getty Images

Comprar qualquer rímel

Existem máscaras para os cílios de todos os valores, mesmo as grandes marcas investem em produtos que caibam em todos os bolsos. "Essas marcas investem em pesquisas e testes que garantem a qualidade da maquiagem, por isso, o ideal é evitar o rímel de marca desconhecida", recomenda Carolina Marçon.

Aplicação do rímel - foto: Getty Images

Cílios também ressecam

Sim, assim como o cabelo caso haja uso de tintura, escova progressiva e outras químicas. Se você não vai nem até a esquina sem o rímel a indicação da dermatologista Carolina é comprar produtos que tenham em suas fórmulas componentes hidratantes. Essa informação, em geral, vem descrita na embalagem da máscara para cílios.

Fonte: MInha Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário