terça-feira, 28 de maio de 2013

12 cuidados com a prótese de silicone

Tire dúvidas que vão do pré ao pós operatório; da amamentação ao câncer
Para quem malha todo dia, o projeto “verão 2014” já começou e, para muitas mulheres, apenas os exercícios físicos não são suficientes para conseguir o corpo ideal. Talvez seja por isso que no Brasil, sejam realizadas mais de 110 mil cirurgias de prótese de silicone, com 200 modelos diferentes no mercado e cirurgias em várias áreas do corpo: seios, bumbum e panturrilha. É fato, sentir-se bem em relação ao seu próprio corpo ficou possível graças à cirurgia de implante de prótese de silicone.


Se você optar por realizar procedimentos como esses, confira as nossas 12 dicas básicas para a realização da cirurgia:
1 - Por que e onde fazer? A opção pela cirurgia deve ser o último recurso para modelar o seu corpo. Decida levando em conta o risco de um procedimento cirúrgico e a satisfação que pretende ter após a cirurgia. Não pesquise apenas preços. Procure médicos credenciados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para aumentar a segurança. Vá em três ou quatro médicos para sentir em qual deles você tem mais confiança.
2 - Pré-operatório
Exames de sangue e de imagem são de praxe, assim como recomendações de não fumar e não beber há algumas semanas da cirurgia. Se escolheu um bom cirurgião, o pré-operatório não deve ser um problema.
3 - A prótese pode causar câncer de mama?
Não há indícios de que a prótese cause câncer.
4 - Ela dificulta os exames de ressonância magnética, mamografia e ultrassom?
A prótese de silicones na mama não impede a realização destes exames. Apenas na mamografia, o técnico responsável pelo procedimento deve ser avisado da existência da prótese para detectar corretamente a mama.
5 - Prótese mamária dificulta a amamentação?
Não. A prótese não entra em contato com a glândula mamária, pois é inserida atrás da glândula. Mesmo se rompida, o silicone possui um determinado gel coesivo que não escorre e não atrapalha a amamentação.
6 - Como escolher as próteses? O importante é verificar junto ao médico qual é a marca da prótese. E, a partir daí procurar na ANVISA se é uma empresa confiável, com tradição de mercado e se segue rigorosamente as normas internacionais de fabricação e confecção dos implantes em questão.
7 - Quais as diferenças entre as próteses de bumbum, panturrilha e seios?
Além do formato, pode-se verificar diferenças de viscosidade e dureza para cada área modificada. Por exemplo, a prótese do bumbum deve ser mais dura se comparada com a dos seios. A prótese de panturrilha varia pouco de tamanho, devido a pouca elasticidade da região.
8 - Qual é a duração das próteses?
Em média, as próteses duram até 15 anos. A maior fabricante de silicone do mercado fornece validade de 10 anos.
9 - Quais são os preços médios?
A cirurgia custa entre 6 e 8 mil reais em média, mais a parte hospitalar que é variável, de acordo com o hospital escolhido pelo paciente.
10 - Como evitar a rejeição?
O maior medo de quem realiza o implante é a rejeição, que pode acontecer com qualquer pessoa. No entanto, escolher um bom cirurgião diminui esses riscos do operatório e pós-operatório.
11 - Como é o pós-operatório?
Depende de cada cirurgião. A recomendação é o paciente seguir rigorosamente os prazos passados pelo médico. No entanto, fique atento para a prática de exercícios físicos logo após a cirurgia. Eles podem causar um deslocamento da prótese.
12 - O que devo fazer como acompanhamento após a cirurgia?
Após a cirurgia, a mulher deve realizar exames de rotina depois de 10 anos. A partir disso, o acompanhamento do cirurgião deve ser anual e o exame de ressonância magnética deve ser a cada dois anos. A partir dos 40 anos, deve-se fazer mamografias anuais. De 50 a 69 anos, recomenda-se mamografias duas vezes ao ano.
Fonte: SHAPE




segunda-feira, 27 de maio de 2013

Esmalte da Amora na novela Sangue Bom

A atriz Sophie Charlotte é a it-girl Amora Campana na novela Sangue Bom. Bonita, rica e famosa, ela anda com roupas, bolsas e sapatos de grife e dita tendências de moda. Além disso, o corte de cabelo e maquiagem da personagem também servem de inspiração. Sem esquecer, claro, das unhas da Amora Campana.

O esmalte preto usado por Amora na novela Sangue Bom é o Black - Colorama.

Em ocasiões especiais, a personagem costuma usar esmalte preto no estilo inglesinha, ou seja, a combinação de esmalte preto fosco com as pontinhas brilhantes. Para festas e ocasiões especiais, a it girl aposta no esmalte preto com glitter nas pontas.

Essas combinações você já viu aqui na ESMALTARIA. Portanto, se quiser apostar no estilo das unhas da Amora: Esmalte preto fosco com as pontinhas brilhantes.

Esmalte preto fosco com glitter.

Fonte: Esmaltaria

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Outono 2013: prepare-se para as cores que vão fazer a sua cabeça

A cor campeã de audiência da Rede Globo é o castanho de Giovanna Antonelli. Mas para quem pretende continuar loira ou ruiva no outono, não faltam opções inspiradoras, como o loiro em três tons de Kate Hudson e o avermelhado de Paloma Bernardi

A cor do outono foi feita pelo cabeleireiro Ton Reis, do Rio de Janeiro, com fundo loiro escuro sobre o cabelo naturalmente castanho e mechas finíssimas em tom de mel e canela

A personagem Morena, vivida por Nanda Costa, na novela "Salve Jorge", também exibe o castanho iluminado do outono. Sua pele em tom de oliva recebeu reflexos mais escuros do que os de Giovanna Antonelli, para criar um visual harmônico

Com a pele mais clara e rosada do que a das brasileiras, a atriz Jessica Biel apostou no marrom com iluminação extra no comprimento e nas pontas

O loiro glamouroso da atriz Blake Lively continuará sendo um dos mais pedidos nos salões no mundo todo. Composto por mais de três tons dourados mesclados, é a pedida certa para quem não vai abrir mão das madeixas claras durante a temporada

Três tons dourados iluminam a expressão de Kate Hudson. O efeito é surpreendente e requer habilidade do cabeleireiro para não misturar as cores durante a aplicação

Os castanhos de Jennifer Lopez sempre figuram entre os mais bonitos, de qualquer estação, mas para este outono (primavera no hemisfério norte), a bela apostou no loiro com Balayage Riviera, para esquentar o visual

Desde que avermelhou suas madeixas, a atriz Paloma Bernardi não para de ser questionada sobre a cor que usa: acobreado escuro. O tom ocupa o segundo lugar no ranking das cores mais pedidas pelos telespectadores da TV Globo

A cantora e musa indie Florence Welch continua sendo referência quando o assunto são cabelos avermelhados. Sua pele branquíssima é perfeita para carregar a tendência

O acobreado claro da atriz Jessica Chastain figura entre as inspirações para as ruivas neste outono. Cuidado para não clarear demais e deixar a tonalidade alaranjada

Fonte: UOL

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Ondulado bem definido é opção para chamar atenção em festas

Giovanna Antonelli arrasou na pele da delegada Helô, de Salve Jorge, liderando o ranking de cabelos mais pedidos. Com isso, os fios ondulados, seja ao estilo mais natural, seja modelado com babyliss, ganharam força quando o assunto é penteado.

O ondulado valoriza o rosto, transformando qualquer mulher em mulherão.

Veja o passo a passo, ideal para chamar atenção em festas, que tem como base o uso do babyliss. Dá para fazer em casa mesmo, sempre com ajuda de uma colega. Só recomendo aplicar o protetor térmico nos fios para proteger as madeixas do calor.

Ondas definidas são ideais para usar em eventos, coquetéis e festas

O ideal é ter fios longos para que as ondas fiquem na altura dos ombros depois de prontas

Com os cabelos limpos e escovados, aplique protetor térmico nos fios

Divida o cabelo em três ou quatro partes

Com as partes, você fará mechas de três dedos de espessura para passar o babyliss

Inicie passando o babyliss na última camada de cabelo

Use o babyliss de cima para baixo, do comprimento à raiz

O babyliss precisa estar a 180oC . Deixe ele nos fios de três a sete segundos

Faça o processo em todo o cabelo

Quando terminar de passar o babyliss, passe fixador

Então, abra os cachos com as pontas dos dedos

Com isso, os cachos se transformarão em ondas naturalmente

O penteado valoriza o rosto da mulher

As ondas nos fios trazem movimento ao look

 

O penteado pode ser usado no dia a dia e em eventos, como festas

É indicado para mulheres de cabelos a partir da altura do ombro

Fonte: TERRA

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Como tingir, sem medo, os primeiros cabelos brancos

Mais cedo ou mais tarde, muitas mulheres que nunca se renderam a tinturas e colorações se deparam com mais fios brancos do que conseguem ignorar. A maioria que decide disfarçar a nova cor da cabeleira começa então uma saga para descobrir qual é a melhor saída.

Na lista das opções menos radicais estão a hena e os tonalizantes, alternativas sem amônia, que tingem temporariamente e saem com as lavagens, e que costumam ser uma "porta de entrada" comum para o mundo dos cabelos coloridos. "Se os brancos forem até 30% do cabelo, os tonalizantes cumprem muito bem a missão de disfarçá-los", afirma o cabeleireiro e colorista Célio Faria, do Instituto de Beleza que leva seu nome, em Belo Horizonte. O efeito desses produtos depende da quantidade de fios brancos e quanto se deseja cobri-los. "O tonalizante dá uma boa maquiada, tenho clientes com cabelos finos que têm 60% a 80% de fios brancos e conseguem um resultado muito bom. Como elas não gostam do efeito radical da coloração, ficam satisfeitas com a transparência que o tonalizante oferece. Mas, para esse resultado, o cabelo precisa ser fino. Se for de médio a grosso, já não funciona da mesma forma", declara o colorista Daniel Fortunato, do badalado salão Patrick Melville Salon, localizado na 5ª avenida, em Nova York.

Ao lado dos tonalizantes, a hena é também a queridinha entre as opções light. Também pudera. "Costumo dizer que a hena não cobre os fios brancos, ela os transforma em mechas naturais com reflexos e nuances mais vivos que o fio natural. Um exemplo: uma hena vermelha aplicada em um cabelo castanho vai dar uma nuance difusa na cor do cabelo, a cor de base vai ter reflexos vermelhos e os brancos vão ficar mais vivos. O resultado final é muito bonito. O efeito visual que se tem com a hena é exatamente o mesmo de um xampu tonalizante", afirma Júnior Carvalho, colorista do salão C.Kamura, de São Paulo, responsável pelas madeixas da atriz Grazi Massafera.

Abuse do poder das mechas

Outra boa saída para disfarçar os primeiros branquinhos são as mechas. Feitas no salão, elas garantem um efeito óptico que disfarça bem, além de proporcionar um brilho bonito e efeito natural. "Mechas e reflexos dão luminosidade aos cabelos brancos e ainda aumentam o tempo entre os retoques da raiz . Assim, garantem uma aparência natural, principalmente quando feitas 'tom sobre tom' e em pouca quantidade", declara o mineiro Célio Faria. "Mulheres com cabelos escuros precisam clarear o tom de base para conseguir um contraste sutil e aí sim conseguirem um efeito interessante. Mas, se a ideia for justamente fazer as mechas para evitar uma coloração mais radical, sugiro essa técnica para os fios mais claros, a partir do loiro médio. Nesse caso é uma saída perfeita para disfarçar os brancos", diz Júnior Carvalho.

Fios mais claros para reduzir o contraste

Além do tonalizante e das mechas, clarear o cabelo inteiro aos poucos – para começar gradativamente a batalha das tinturas – também funciona quando os brancos insistem em aparecer (as morenas convictas ficam fora dessa hipótese, claro). O que acontece é que, com o tempo, a maioria das mulheres acaba se rendendo aos tons mais claros do que o habitual, já que o cabelo claro tende a rejuvenescer, quase sempre. "Nesse caso, fazer mechas bem fininhas em todo o cabelo para criar um efeito de luz já minimiza o destaque dos brancos. É bom lembrar que, para quem tem muitos fios brancos, o ideal é sempre usar uma cor que talvez não cubra os brancos 100% de uma forma muito saturada, mas que deixe um reflexo mais suave, como cabelo de criança, com os tons difusos. Assim, quando os brancos começarem a aparecer pra valer, esse cabelo não vai ter tanto contraste", diz Daniel. O colorista Júnior Carvalho concorda e acrescenta: "Cabelos escuros, quando começam a ficar brancos ficam com um contraste muito visível, precisam ser retocados com mais frequência. Portanto, seja como for, clarear um pouco o cabelo torna o resultado mais harmônico, mesmo um castanho escuro pode se tornar um marrom suave para minimizar o contraste com os brancos. E fica muito bonito", declara.

Solução imediata

Cabelos tingidos exigem manutenção da raiz, à medida que os fios crescem. Mas, se acontecer um convite imprevisto ou uma festa de última hora e você se deparar com a raiz branca, vale apelar para os sprays ou bastões de retoque instantâneo que, como o nome sugere, têm efeito rápido, no máximo até a próxima lavagem, mas disfarçam o problema. Em outras palavras, é um quebra-galho eficaz. "O segredo é usar um produto de qualidade, já que algumas marcas mancham o couro cabeludo. É bom evitar os excessos ou ficar passando a mão para não remover o produto e manchar a pele. Mas acredito que aplicar um tonalizante rapidinho na raiz pode funcionar melhor que o spray, principalmente para as mulheres acostumadas com o produto", diz Daniel.

Fonte: UOL

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cabeleireiros influentes revelam as próximas tendências

De Beatles a Lady Gaga, o cabelo sempre foi uma forma de expressão pessoal. Alguns estilos marcaram época e até revolucionaram costumes. Além disso, desfiles de moda e tapetes vermelhos indicam quais cortes, cores e penteados vamos desejar em breve. Quais serão as próximas novidades? Com exclusividade para o UOL Mulher, alguns dos cabeleireiros mais influentes do mundo contam o que é e ainda será tendência em 2013. Veja a seguir.

Guido Palau, consultor criativo da Redken
"Aposto em penteados com brilho molhado."

Quem é ele
Por causa de uma brincadeira, o cabeleireiro inglês quase se viu obrigado a abandonar a carreira para sempre. Guido trabalhava no salão de Vidal Sassoon – um dos cabeleireiros mais importantes de todos os tempos -, e, certa vez, preencheu a lista de clientes do dia com nomes de pessoas famosas, como o de Barbra Streisand. Descoberto, foi demitido na hora. Por sorte, não desistiu e continuou trabalhando em outros salões. Seu primeiro grande momento chegou quando teve a chance de criar penteados para as modelos do videoclipe da música "Freedom", de George Michael. O vídeo, recheado de modelos famosas na época, como Cindy Crawford e Linda Evangelista, tornou-se um ícone dos anos 90. Depois disso, começou a trabalhar com o fotógrafo David Sims em capas da revista The Face e campanhas para a Calvin Klein. Hoje, ele divide seu tempo entre desfiles - costuma criar os penteados para mais de 30 por temporada - e o trabalho na Redken, onde atua desde 2005.

Eugene Souleiman, diretor criativo global da Wella
"A palavra é: franja! As mais modernas são sólidas, longas e com pontas desfiadas, ou mais curtas com pontas desiguais."

Quem é ele
O inglês Eugene começou a carreira como assistente de um cabeleireiro famoso em seu país, Trevor Sorbie, então diretor artístico do salão Vidal Sassoon. A parceria durou 10 anos, e foi imprescindível para que o jovem cabeleireiro lapidasse seu talento natural. Depois, por um curto período, foi diretor criativo da marca Bumble and Bumble, mas logo retornou às origens como diretor editorial no mesmo Vidal Sassoon que havia iniciado a carreira. Nessa época, ele já era figura carimbada em desfiles, editoriais e campanhas publicitárias e videoclipes – são dele os penteados do vídeo Alejandro, de Lady Gaga. Conhecido pelo senso de humor, acredita que as pessoas devem se divertir com seus cabelos. "Eles crescem e mudam o tempo todo. E afinal de contas, é só isso: cabelo", diz.

Rita Hazan, expert em coloração
"Em coloração, os tons voltam a ser naturais, com luzes finas estrategicamente colocadas em locais diferentes do cabelo, como escondidas na parte debaixo da cabeleira."

Quem é ela
A colorista queridinha das famosas começou a carreira no badalado salão Oribe, em Nova York. Ficou lá por 10 anos, onde aprendeu tudo sobre química e coloração. Logo conquistou uma clientela própria, que incluía pesos-pesados de Hollywood como Jennifer Lopez, Jessica Simpson e Michelle Williams. Hoje, a cabeleireira viaja o mundo cuidando do cabelo de suas clientes famosas onde quer que estejam, é dona de seu próprio salão e acaba de lançar uma linha de produtos que leva o seu nome. Uma de suas clientes mais famosas é a camaleônica Katy Perry, que, vira e mexe, surpreende os fãs com cabelos pintados de azul ou rosa. Tudo obra de Rita.

Rossano Ferretti
"Na nossa filosofia, não acreditamos em tendências, porque realmente privilegiamos a beleza real da mulher. Mas, se formos sugerir algo, diria que essa temporada pede fios curtos e franjas. Lembrando que o resultado deve sempre ser natural, suave e doce, seguindo o caimento natural dos fios."

Quem é ele
Filho e neto de cabeleireiros, o italiano Rossano não escolheu seguir a mesma profissão da família – foi inscrito aos 14 anos em uma escola de cabeleireiros, sem opção. Só depois de uma temporada em Londres – onde descobriu a moda de Mary Quant, a beleza diferente da modelo Twiggy e um novo jeito de ver o mundo – apaixonou-se pelo ofício. De volta à Itália, começou a atender socialites, atrizes e celebridades. Foi quando desenvolveu, em parceria com a irmã Lorenza, um método único de corte, que leva em conta o caimento natural do cabelo – que, segundo a dupla, é diferente em cada mecha. Seu primeiro salão foi inaugurado na cidade de Parma com tanto sucesso que logo vieram outras unidades na Itália. Hoje, são 20 salões espalhados pelo mundo que carregam a grife Rossano Ferretti, e o Brasil deve ganhar uma unidade em breve.

Fonte: Trudi Mayer Films

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Casamentos no Mês das Noivas pedem vestidos versáteis e mais elegantes

Escolher o vestido de noiva ideal durante maio, temporada conhecida como Mês das Noivas, não é fácil, pois a peça precisa ser versátil, já que a estação da vez é o outono e, portanto, o clima é bastante instável. "O vestido para o outono deve ser um pouco mais elaborado. Não é legal a noiva entrar na cerimônia vestindo um modelo muito nu quando o clima já está mais fresquinho", explica a estilista carioca Carol Hungria.

Desfile de Patricia Avendaño durante a Barcelona Bridal Week. As mangas 3/4 com poás são delicadas e não esquentam muito. Ainda assim, ajudam a aquecer a noiva se o clima virar durante o "grande dia"

Desfile de Oscar de la Renta na NY Bridal Week. Modelo rosado desfilado com véu é bem romântico. Cores mais escuras, que passam longe do branco tradicional, também combinam com a estação

Desfile de Oscar de la Renta na NY Bridal Week. Modelo ganhou véu que ajuda a proteger o corpo da noiva de eventuais mudança climáticas

Desfile de Oscar de la Renta na NY Bridal Week. O próprio véu da noiva pode ser usado como aliado contra eventuais mudanças climáticas

Desfile de Oscar de la Renta na NY Bridal Week. Modelo desfila vestido sereia rendado com decote em "U". Detalhe para a fina e discreta luva de tule

Desfile de Carolina Herrera na NY Bridal Week. Vestido sereia com bolero em "V". A peça ainda leva aplicações de renda dourada. As noivas de outono podem ousar nas cores e no brilho, já que escurece mais cedo nesta estação

Desfile de Victorio & Lucchino na Barcelona Bridal Week 2013. Manguinhas de renda são ideais para driblar o clima instável do outono

Desfile Lethicia Bronstein na Fashion Casar. Bem feminino, o modelo protege a pele e, ao mesmo tempo, não é de mangas longas e saia longa, por isso é interessante de ser reproduzido para um casamento em maio

Desfile da Whitehall para a Fashion Casar 2013. Modelo longo de mangas curtinhas é uma boa opção para casamentos durante o outono, quando o clima costuma ser instável

Estilista Emannuelle Junqueira apresenta coleção "hippie chic" na 2ª edição do Casamoda Noivas. A capa esvoaçante pode ser usada para proteger a noiva e também pode ser retirada em alguns momentos da festa

Estilista Martha Medeiros apresenta nova coleção na 2ª edição do Casamoda Noivas. Modelos tomara que caia podem ganhar tule tipo segunda pele e aplicação de rendas para fazer bonito no outono

Estilista Martha Medeiros apresenta nova coleção na 2ª edição do Casamoda Noivas. Modelo tomara que caia ganhou mangas que lembram luvas

Estilista Martha Medeiros apresenta nova coleção na 2ª edição do Casamoda Noivas. Modelo bem curtinho e com mangas longas faz bonito em casamentos de outono, já que os comprimentos se equilibram

Estilista Lucas Anderi buscou inspiração na tão esperada primeira dança do casal para sua nova coleção, apresentada na 2ª edição do Casamoda Noivas. O vestido ganhou colo protegido com tecido bordado bem delicado

Estilista Lucas Anderi buscou inspiração na tão esperada primeira dança do casal para sua nova coleção, apresentada na 2ª edição do Casamoda Noivas. Modelo com uma manga só faz bonito em casamentos durante o outono

Desfile da Pronovias na Barcelona Bridal Week 2013. Modelo apresenta vestido de noiva com gola alta e rendada

Desfile de Monique Lhuillier na NY Bridal Week. Capa longa em tule e renda é elegante e também pode ser retirada em alguns momentos da festa

Desfile do estilista Samuel Cirnansck no SPFW Verão 2013. Modelo longo e esvoaçante possui detalhe elaborado que deixa o colo quentinho para proteger a noiva de possíveis variações climáticas típicas de outono

Desfile do estilista Samuel Cirnansck no SPFW Verão 2013. Boa opção para as noivas que querem fugir de tons claros, o modelo com aplicação de tecido esvoaçante em tom mais escuro faz bonito

Desfile do estilista Samuel Cirnansck no SPFW Verão 2013. Boa opção para as noivas que querem fugir de tons claros, o modelo com colo em tule tipo segunda pele transparente é um bom truque para os vestidos de noiva de outono

Para não errar, e esta dica vale para sempre, o vestido deve transmitir a personalidade da noiva e o modelo precisa estar de acordo com o estilo da cerimônia e da festa. Ainda assim, é mais seguro escolher um vestido que pode ser adaptado ao longo do casamento com a ajuda de peças destacáveis, transparências com renda e acessórios como xales e estolas. Com isso, é possível adaptá-lo a qualquer temperatura.

Para a noiva que vai se casar em maio, Gisele Dias, estilista da grife A Modista, aponta, principalmente, que é preciso definir, antes de tudo, se o local para o casamento será aberto ou fechado, por conta das mudanças climáticas de última hora. Depois de definir a identidade da festa, ficará mais fácil trabalhar o vestido dentro da proposta que o ambiente e a estação pedem. Algumas dicas valem especialmente para casamentos durante o outono. A seguir, veja dicas para elaborar o vestido de noiva ideal para um casamento em maio:

Tecido
Para Carol Hungria, os tecidos mais estruturados, como o tafetá italiano ou o cetim duchese, são uma boa pedida, já que não esquentam muito e, ao mesmo tempo, protegem do frio. "Indico também a renda chantily e o tule francês para dar leveza e proteção."

Mangas 3/4 em renda com transparências e decotes profundos rendados dão sensualidade à noiva, sem deixar que ela passe calor ou frio demais. Por isso, também vale abusar das transparências elaboradas em tule bem delicado, pois o tecido ajuda a proteger a pele.
Cor
Não é preciso se prender ao Mês das Noivas e pensar em um modelo tradicional branco. Para Bia Wong, é importante sair da cor tradicional e investir em tons um pouco mais escuros, como nude, creme ou rosinhas. As noivas mais ousadas podem até arriscar mais nesta temporada, optando por coloridos mais chamativos, como dourado ou cobre. "Mas se a noiva não quiser arriscar muito, ela deve investir no off-white e no nude, boas opções para o outono", diz Bia.
Como no outono escurece mais cedo, não é preciso poupar no brilho. "Gosto muito do brilho transparente e iluminado do cristal. Pérolas são atemporais e também dá para usá-las. E as aplicações de renda com bordados valorizam qualquer vestido", completa Carol Hungria.
Acessórios
Para não precisar abandonar o modelo dos sonhos, não é preciso abrir mão dos decotes e dos modelos tomara que caia. Com alguns acessórios, é possível driblar dias mais frios. "Se o vestido for muito aberto, podemos optar por um casaqueto em renda com mangas longas ou uma bela gola tipo Dior, que poderá ser tirada depois da cerimônia, ou até mesmo uma gola ricamente trabalhada em um tule drapeado", indica Bia Wong.

"Acho que um acessório que não atrapalha o vestido e é superchique é uma pelerine de veludo de seda. A noiva pode entrar sem a peça na cerimônia, para valorizar bem o vestido, e colocar para se aquecer durante a festa. Na hora da cerimônia, por causa da emoção, dificilmente a noiva vai sentir muito frio ou calor", diz a estilista Carol Hungria.

Fonte: Trudi Mayer Films