quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Proteção solar tem novas regras; saiba o que muda e fique atento na hora da compra

Antes de se expor ao sol é preciso escolher com cuidado o protetor solar adequado e aplicar seguindo as recomendações dos dermatologistas

Antes de se expor ao sol é preciso escolher com cuidado o protetor solar adequado e aplicar seguindo as recomendações dos dermatologistas

Se você já começou a se preparar para a temporada de praia e piscina, deve ter notado algumas mudanças - ainda que sutis - entre os protetores solares. É que uma resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), de junho de 2012, fez com que os fabricantes se mobilizassem para deixar a comunicação visual mais clara aos consumidores, além de se adaptarem a novas normas de produção. Embora as regras passem a ser obrigatórias, somente em 2014, saiba o que muda e fique atenta na hora da compra:

O fator de proteção mínimo vai de 2 para 6

De fato, o FPS 6 é melhor do que o FPS 2, mas os médicos ainda defendem a teoria de que é necessário que "o mínimo" seja bem mais alto. "É importante lembrar que, para ser eficaz, o FPS mínimo deve ser 30", ressalta o dermatologista Sérgio Schalka, da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Schalka ressalta que, na praia e na piscina, a matemática é outra e quanto mais alto o FPS, melhor, por diversos motivos. Apesar de o cálculo do FPS corresponder ao tempo de exposição ao sol (ou seja, um FPS 40 permite que a pessoa fique 40 vezes mais tempo sob o sol sem se queimar do que se não estivesse protegida), se considerarmos os filtros acima de 30, concluímos que não há tanta diferença, por exemplo, do FPS 30 para o FPS 60. "O FPS 30 vai absorver 95% da radiação, enquanto o 60, absorverá cerca de 97%. Mas os FPS mais altos são mais eficazes porque as pessoas não têm consciência de como passar uma quantidade adequada", justifica a dermatologista Karin Helmer, da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Em loção, spray ou creme com toque seco, as opções de protetores solares para o corpo são muitas e prometem atender às mais diferentes necessidades

Proteção contra os raios UVA terá que ser no mínimo 1/3 do FPS (proteção contra os raios UVB)

A partir de agora, deve existir uma proporção entre o FPS (proteção contra os raios UVB) e o FP UVA, proteção contra os raios UVA – e isso precisa ser comprovado pelo fabricante. Para entender essa relação existe a regra do A, de "aging", envelhecimento, em inglês, e do B, de "burn", queimadura em inglês: ora, os raios UVA causam o envelhecimento por atingirem as camadas mais profundas da pele, onde fica o colágeno e a elastina, fibras responsáveis pela sustentação da cútis. Já os raios UVB causam queimaduras e vermelhidão, pois atingem a camada superficial da pele, região onde o câncer tem origem.

Proibido denominar qualquer produto como bloqueador solar ou 100% de proteção

Não caia nessa. Na prática, essa "proteção total" é impossível, ainda mais se considerarmos que a o brasileiro não tem o hábito de reaplicar o produto a cada duas horas e nem de usar a quantidade ideal, que deve ser sempre abundante.

Necessidade de reaplicação: deve vir no rótulo

Sim, o fabricante deverá comunicar isso na embalagem, mesmo no caso dos mais resistentes à água. É imprescindível a conscientizar as pessoas da importância de reaplicar o protetor solar ao longo do dia. A maioria da população aplica quando chega à praia ou piscina e não volta a passar. A recomendação dos médicos é que o produto seja usado a cada duas horas. No entanto, ao sair da água, após um longo período de permanência; quando se transpira além do normal e após a prática de atividade física é necessário aplicar o produto, independentemente do horário em que se aplicou pela última vez, sem ressalvas.

Será obrigatório comunicar o nível de resistência do produto

Com a nova lei, comunicar essa informação se torna obrigatório. Para poder inscrever no rótulo que o produto é "Resistente à água", "Muito Resistente à água", "Resistente à Água/suor" ou "Resistente à Água/transpiração", essas propriedades deverão ser comprovadas. Ciente do grau desse benefício, o consumidor deduz qual o nível de eficácia do protetor solar quando em contato com a água e nas situações em que ocorre uma transpiração excessiva, como sob o calor muito forte e após atividade física. Assim, pode se proteger melhor.

Fonte: UOL

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Maquiagem e joias celebram o glamour das festas de fim de ano

As festas de fim de ano pedem produções com um toque extra de glamour e um cuidado elaborado com cabelos, maquiagens e acessórios, afinal, é tempo de celebrar. Para inspirar quem busca ideias de produções para sair do lugar comum, UOL Beleza convidou a maquiadora Fabiana Gomes e o cabeleireiro João Boccaletto que criaram seis sugestões de looks sofisticados e atuais que ficam ainda mais glamorosos com joias contemporâneas, feitas para você brilhar na noite de Natal ou na passagem do ano. No primeiro look, todo focado na maquiagem dos olhos, a sombra verde musgo substitui o clássico preto em um esfumado de formato mais alongado. As sobrancelhas também aparecem com desenho acentuado, seguindo a tendência do momento. Nos cabelos, a pedida é por um visual bem justo, com risca lateral e acabamento laqueado.

Os tons quentes estão em alta na maquiagem dos olhos e criam um visual moderno e feminino. Aqui, Fabiana Gomes apostou no vermelho com fundo rosado para um look suave, com direito a cílios postiços e sobrancelhas bem marcadas. Nos cabelos, João Boccaletto escolheu um visual de diva hollywoodiana, com fios ondulados com babyliss caindo sobre um dos ombros.

A boca vinho é uma maneira de explorar a maquiagem de uma maneira chique, ideal para quem já perdeu o medo do batom vermelho. Neste look, a boca com sutil degradê concentra as atenções, deixando o restante clean e iluminado. Nos cabelos, João Boccaletto ressalta que os penteados mais "limpos" são elegantes, nada rebuscados, e melhoram a postura, valorizando a produção e as joias.

Aqui, Fabiana Gomes mostra como o "temido" batom rosa claro com fundo azulado - o popular Snob - pode ficar lindo em peles morenas e bronzeadas, o segredo está na aplicação leve, sem formar uma camada muito espessa de produto. Combinado com o blush coral marcando as maçãs, a maquiagem cria um contraste elegante no rosto.

Mesmo usando uma joia clássica, é possível fugir do lugar comum e revistar um ícone da maquiagem - o delineador - e apostar no traçado colorido em azul cobalto. O blush marcado cria contraste entre quente e frio, hit da maquiagem atual. O cabelo justinho, com risca lateral, deixa tudo mais elegante.

Um dos segredos da nova maquiagem é explorar áreas poucos usuais da maquiagem, como as têmporas. Aqui, Fabiana Gomes sugere um look monocromático baseado no blush terroso com brilho sutil, aplicado subindo em direção a lateral do rosto. A mesma família de cor foi usada nos olhos, em um esfumado também abaixo dos cílios inferiores com toque de dourado.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Tratamentos 3 em 1 prometem combater celulite, gordura localizada e flacidez de uma só vez

Tecnologia de aparelhos como o Freeze (foto) são aliados no combate à celulite, gordura localizada e flacidez

Tecnologia de aparelhos como o Freeze (foto) são aliados no combate à celulite, gordura localizada e flacidez

É difícil escapar de um desses três problemas. Pior ainda quando surgem em dupla, ou mesmo em trio. O que não é raro acontecer, visto que suas causas são praticamente as mesmas, com, em primeiro lugar, a questão hereditária e, em segundo, as hormonais. “Sedentarismo e dieta mal equilibrada também influenciam negativamente para o aparecimento de celulite, gordura e flacidez”, explica Ana Lúcia Recio (SP), membro das Academias Brasileira de Cirurgia Dermatológica e Americana de Dermatologia. “Há que se considerar, ainda, fatores externos como uso de roupas apertadas e hábito de ficar muito tempo sentada, em geral por causa da profissão”, completa Mônica Aribi (SP), da Sociedade Brasileira de Dermatologia, mestre pelo Instituto de Assistência Médica do Servidor Público Estadual (Iamspe). Já Mônica Linhares, dermatologista clínica e estética do Espaço Saúde Rio, no Rio de Janeiro, diz que deficiência vascular –insuficiência venosa– e fumo igualmente induzem ao quadro.

As mulheres sofrem mais por várias razões, especialmente pelas disfunções oriundas de ciclos menstruais, gestação, menopausa e uso de anticoncepcionais. “Pelas condições hormonais, há mais tendência à formação de tecido gorduroso, e menos de tecido muscular em comparação com os homens. Isso favorece o surgimento de adiposidades em áreas como culote e bumbum”, observa Ana Carina Junqueira Bertin, dermatologista da Clínica Adriana Vilarinho e do Centro de Cirurgia da Obesidade e Metabólica, em São Paulo.

No universo feminino, a maior propensão recai sobre as que apresentam quadris volumosos e corpo em formato de pêra: o acúmulo de gordura no local comprime os vasos sanguíneos, que levam à celulite, e a falta de exercício provoca a flacidez. Um círculo vicioso mesmo. “Quem está acima do peso, ingere pouco líquido, não malha regularmente, dorme pouco e vive sob estresse igualmente apresenta maior tendência à tríade”, complementa Taíssa Veronese, fisioterapeuta da Clínica Alan Landecker, em São Paulo. Felizmente dá para combater esses três fantasmas com algumas máquinas superpotentes, veja na tabela a seguir:

Nome do aparelho: Velashape

Qual a promessa: Melhora celulite, gordura localizada e celulite em torno de 50% a 70%.

Como funciona: São quatro mecanismos: massagem mecânica feita com o cabeçote da máquina, incluindo sucção e rolamentos, para destruir os nódulos de gordura; vacuoterapia, capaz de melhorar a circulação sanguínea e incrementar o metabolismo celular; radiofrequência, que esquenta a área estimulando a formação de colágeno, atacando flacidez e diminuindo as células de gordura; e infravermelho, que também aumenta a temperatura local de forma a potencializar todos os efeitos.

Quantas sessões são necessárias: Entre dez e 12, feitas uma ou duas vezes por semana.

O que a paciente sente: A terapia a vácuo pode dar a sensação de beliscar a pele, principalmente na parte interna das coxas. A radiofrequência e o infravermelho esquentam a superfície, o que incomoda um pouco.

O que fazer em casa para potencializar os resultados: Não usar roupas apertadas, beber dois litros de água por dia, seguir uma dieta equilibrada com pouco sal e fazer exercícios físicos com regularidade, de preferência mesclando musculação e atividades aeróbias.

Nome do aparelho: Freeze

Qual a promessa: Melhora a textura da pele por meio da remodelação e tonificação do corpo. Minimiza a flacidez e a gordura localizada e reduz a inflamação da celulite

Como funciona: Combina pulsos magnéticos com radiofrequência multipolar, estimulando intensamente a área a ser tratada. Incrementa a circulação sanguínea e promove a proliferação de fibroblastos, aumentando a produção de colágeno e elastina, fundamentais para a sustentação dos tecidos. “A radiofrequência, base do tratamento, aquece a pele até a derme, atingindo a camada de gordura e diminuindo as células adiposas”, explica Luciana Hitomi (RJ), médica pós-graduada em Medicina Estética pela Sociedade Brasileira de Medicina.

Quantas sessões são necessárias: De oito a 12, uma vez por semana.

O que a paciente sente: O desconforto é mínimo, pois o tratamento não é doloroso.

O que fazer em casa para potencializar os resultados: Priorizar uma alimentação leve, dedicar-se a exercícios físicos no mínimo três vezes por semana e beber bastante água.

Nome do aparelho: Ultra Accent XL

Qual a promessa: Já nas primeiras sessões, é possível perceber diminuição da gordura e valorização das formas. No caso de flacidez e celulite, os resultados começam a surgir a partir da terceira aplicação.

Como funciona: Trabalha com duas tecnologias, a radiofrequência e o novo ultrassom Shear Waves. A primeira tem a finalidade de promover o aquecimento em profundidade para estimular a produção de colágeno, tratando flacidez e celulite. “Já o ultrassom provoca a lipólise, quer dizer, a quebra das células de gordura de forma seletiva e não invasiva, combatendo gordura localizada e aprimorando o contorno corporal”, atesta Fernanda Scovino, fisioterapeuta dermatofuncional da Clínica Espaço Solaris, no Rio de Janeiro.

Quantas sessões são necessárias: De cinco a oito, a cada 15 dias.

O que a paciente sente: O procedimento é indolor, há apenas um aquecimento na região a ser tratada. Forma-se uma vermelhidão suave, que desaparece logo após o término da intervenção.

O que fazer em casa para potencializar os resultados: Priorizar uma alimentação leve e fazer exercícios físicos regulares.

Nome do aparelho: Thermage

Qual a promessa: No caso da flacidez, melhora até 87% do problema, o que acontece de um a três meses depois de iniciado o tratamento. A gordura localizada e a celulite têm benefícios mais discretos, de acordo com os hábitos da pessoa.

Como funciona: Por meio de uma ponteira, ondas de radiofrequência são emitidas e aquecem as camadas mais profundas da pele, modificando o tecido onde se encontram as fibras responsáveis pela sustentação. O aquecimento e resfriamento desencadeiam a contração do colágeno, diminuindo a flacidez. “Com o tempo, um novo colágeno é produzido, deixando a pele firme e com uma aparência mais jovem”, destaca Marcela Studart (RJ), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Quantas sessões são necessárias: Uma única sessão, uma vez por ano.

O que a paciente sente: O procedimento é indolor. Logo após o atendimento, a superfície apresenta uma leve vemelhidão, que regride em poucos minutos.

O que fazer em casa para potencializar os resultados: Priorizar uma alimentação leve e fazer exercícios físicos pelo menos três vezes por semana. Hidratar bem a pele e protegê-la da radiação solar.

Fonte: UOL

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Destaque nas passarelas, sobrancelha marcada é hit da temporada; saiba como usar

A sombra em pó deixa a sobrancelha marcada com aspecto mais natural

A sombra em pó deixa a sobrancelha marcada com aspecto mais natural

Destaque das semanas de moda de São Paulo e Rio de Janeiro, a sobrancelha marcada saiu das passarelas e já conquistou famosas e anônimas. Os pelinhos agora são reforçados com maquiagem para disfarçar as falhas, deixar o visual mais intenso e realçar ainda mais o olhar. Emma Watson, Camilla Belle, Rosie Huntington-Whiteley, Carey Mullingan e Cléo Pires são algumas das famosas que frequentemente exibem o visual moderno em alta na temporada.

“O ideal é manter o formato original dos pelos, apenas mantendo-os bem alinhados e definidos”, explica a maquiadora Cris Narvaes, do salão Laces and Hair, em São Paulo. Depois de limpar o excesso, as sobrancelhas são realçadas com produtos próprios para a região, que podem ser sombras, máscaras ou lápis. "Para que o visual fique suave, sem chamar muita atenção no dia a dia, o ideal é utilizar apenas sombra e rímel de sobrancelhas", ensina.

O desenho deve se sobressair no rosto, atuando como uma moldura. Os traços falhos e fininhos saem de moda e abrem espaço para os riscos bem marcados. Para o dia a dia, é possível conquistar um visual mais leve com o uso da sombra opaca e seca, apenas para definir o olhar. "Tem que acompanhar o desenho dos pelos, sem aumentar a área", ensina Cris. Segundo a profissional, o uso de lápis pode deixar a expressão pesada.

O formato do arco mais grosso já foi sucesso na década de 50, quando atrizes hollywoodianas, como Ingrid Bergman e Elizabeth Taylor, exibiam suas belas e fartas sobrancelhas desenhadas. A moda voltou com tudo recentemente com a estreia do remake "Gabriela". A atriz Juliana Paes incorporou a mudança e parou imediatamente de arrancar os pelinhos quando recebeu o convite.

Passo a passo para fazer a sobrancelha marcada

Leonardo Soares e Carla Borges/UOL

1- Retire os pelinhos em excesso. Comum pincel chato, preencha todo o fundo das sobrancelhas com a sombra mais próxima da cor dos pelos. Faça movimentos suaves dando leves pinceladas e não ultrapasse o contorno para não ficar artificial

2- Umedeça o pincel chanfrado fino e, ainda com a sombra, desenhe suavemente os pelos da sobrancelha, imitando o formato original. Aproveite para esfumar e deixar o look mais suave

3- Escolha um rímel específico para sobrancelha e próximo da cor de seus pelos. Finalize o look modelando com a escovinha do produto para dar o acabamento

Fonte: UOL